Categoria: Dicas

Por que viajar pode ser bom para a mente?

Planejar uma viagem é uma das melhores sensações que se tem.

Escolher o lugar, como chegará, o hotel que ficará hospedado, conhecer novos lugares, novas culturas e pessoas, todos os pensamentos e desejos fazem bem para a sua mente, muito mais do que qualquer medicamento ou pilula da inteligência.

Elaborar e planejar a viagem faz com que a família fique mais unida, todos dão as suas dicas, revelam o que deseja fazer.

É uma possibilidade em que toda a família é envolvida, o que faz com que ela se torne mais unida, compartilhando momentos que certamente ficarão na memória.

Se você está na dúvida se viaja ou não, este texto lhe mostrará os motivos para que você não deixe passar a oportunidade de conhecer um novo lugar, como a África.

Expandir o seu horizonte, aumentando a sua cultura e a riqueza que esses momentos proporcionarão, fará você querer uma nova viagem o quanto antes.

A felicidade se traduz em viagem

A felicidade se traduz em viagemEstudos comprovam que, enquanto se está viajando, o sentimento que vem à tona e fica presente em toda a viagem é a felicidade.

E esse estado de felicidade se encontra desde quando se começa a planejar a viagem.

Isso se dá porque, quando há a opção por viajar, é feita essa escolha, o sistema imunológico começa a liberar endorfinas, que é uma substância química utilizada pelos neurônios na comunicação com o sistema nervoso, se encarregando de manter um estado de prazer e bem-estar.

Viajando, as pessoas costumam acumular experiências, momentos únicos vividos, o que faz com que o sistema imunológico fique reforçado.

Portanto, se você está triste, chateado, pra baixo, faça aquela viagem que você está deixando pra depois há um bom tempo. Fará um bem que não tem ideia.

Estimule suas habilidades humanas

A viagem faz com que você perca aquele seu medo de falar com as pessoas, deixa a timidez de lado, se encoraja a estreitar relações com pessoas desconhecidas.

Claro, salvo os devidos cuidados, manter uma relação harmoniosa, criando um laço afetivo com pessoas novas, compartilhando momentos e histórias, fará com que as suas habilidades pessoais sejam estimuladas.

Uma viagem tem por obrigação que você mantenha contato com alguém. Estando acompanhado ou sozinho, é vital se comunicar com as pessoas.

Ative o seu modo camaleão

Viajar ativa o modo camaleãoUm dos maiores efeitos que você sentirá quando viajar é na mudança que sentirá ao estar em um lugar diferente do que está habituado.

Essa mudança tem que ser feita, para que você possa se adaptar ao lugar que está visitando.

Muitas pessoas não gostam ou sentem receio em sair da sua “zona de conforto”. O que muitas não sabem é que elas se adaptam mais facilmente e, em muitos casos, nem sentem a mudança que já foi imposta e nem assim percebeu.

Essa habilidade em se adaptar ao novo é uma das mais difíceis. Mudar formas e hábitos não é fácil, mas eles se tornam prazeroso quando a pessoa quer mudar. Se adaptar mostrará a você mesmo o quanto você cresce e o quanto a sua mente se sentirá bem com essa mudança.

Viajar é ficar longe de estresse

Já reparou como viagem está ligada diretamente ao estresse? Não no lado negativo, mas no positivo. A viagem é o alívio do estresse. Qual é a primeira coisa que te falam quando você está estressado? “Você precisar viajar”.

E a viagem tem esse poder. O estresse do dia a dia faz com que o corpo libere um hormônio chamado cortisol, que em grande escala causa estresse e outras doenças derivadas.

Viajar significa que esses problemas ficarão nos seus devidos lugares. Ele não irão te acompanhar e você terá um passeio tranquilo, calmo e aliviante. Revigore suas energias e reduza o seu estresse.

Leia também: Dicas para emagrecer durante a viagem para a África

Expanda a sua mente

Estimule suas habilidades humanasEstar em um novo lugar, conhecendo uma nova cultura, um novo idioma, pode ser difícil para algumas pessoas entenderem.

É fato que estar sempre num mesmo ambiente, com a mesma cultura e rituais é desestimulante.

A viagem faz com que esses recursos sejam estimulados.

Conhecer uma nova cultura, um novo dialeto, conviver com pessoas antes desconhecidas, estimulará a sua mente, deixando-a mais aberta, o que fará com que você entenda melhor os aspectos da vida, respeitando as diferenças e se habituando às coisas estranhas.

Dicas para emagrecer durante a viagem para a África

Muitas pessoas estão ganhando peso de forma rápida. De certo que as várias comidas que existem ajudam a aumentar a massa corporal, fazendo com que as pessoas passem do limite, o que acaba sendo entregue na balança e nas roupas que tentam vestir.

O intuito deste texto é poder ajudar essas pessoas que querem emagrecer. E mais ainda, não um simples emagrecimento, mas sim, o emagrecimento enquanto você está de viagem para a África.

A ideia é fazer com que você perca possíveis quilos e se sinta um pouco melhor com o seu corpo sem precisar tomar remedios naturais para emagrecer.

São dicas simples que serão de muita utilidade para você.

Ter uma boa noite de sono

Ter uma boa noite de sonoSim. Ter uma noite de sono mal dormida acarreta em alterações na parte do cérebro que ajuda na decisão, está relacionado aos estímulos emocionalmente importantes, o que faz com que as pessoas acabem consumindo mais gordura e menos carboidrato, o que faz, a médio prazo, aumentar o peso.

O fato de dormir mal influencia diretamente no hormônio do estresse, o cortisol, que acaba aumentando os níveis de sangue, afetando o pâncreas, provocando hipoglicemias e aumentando a vontade de comer.

Procure dormir cedo. O fato de você dormir tarde faz com que você acabe recorrendo a comidas prontas e faça uso de bebidas calóricas, o que faz com que você acabe ganhando um pouco mais de peso.

Dormir num ambiente fresco

Conseguir um ambiente fresco, não gelado, para dormir, ajuda você a perder peso. Isso porque é ativado o tecido adiposo multilocular, que é responsável pela regulagem da temperatura do corpo.

Acontece que, por estar um ambiente fresco, as células do tecido adiposo queimarão mais energia para manter o corpo quente. E isso faz com que haja uma perda de peso mais rápida em comparação a dormir num quarto com ambiente quente.

Caminhe e aproveite as belezas da África

Belezas da ÁfricaE claro, um bom exercício físico é sempre bem-vindo. Por que não aproveitar as belezas da África e fazer uma caminhada, ou até uma corridinha pelas suas ruas.

Nesse artigo, revelamos os motivos de ir para a África, e é importante que você mantenha uma prática de atividade física para aproveitar essas belezas.

Seu corpo e sua mente agradecerão!

Ao acordar, tomar banho de água fria

Talvez não seja a melhor das dicas, mas é extremamente eficaz. A água fria estimulará as terminações nervosas, fazendo com que comecemos o dia com mais energia.

Além disso, o banho de água fria fará com que a termogênese seja ativada, isso fará com que o organismo gere calor, o que facilita na perda de peso.

Para essa dica fazer efeito, seu banho tem que demorar, pelo menos, mais do que três minutos.

Beber água antes de cada refeição

Você pode estranhar, mas esse método é extremamente eficaz. O fato de você ingerir água faz com que o estômago encha, o que acarreta em menos alimento consumido.

E melhor ainda será se for um copo de água fria, pois o estômago irá se contrair, diminuindo ainda mais a vontade de comer.

Ter um café da manhã reforçado

Cafe da manha na AfricaNão deixe de tomar um café da manhã reforçado. Repor as energias depois de uma noite de sono bem dormida é seu dever e, além disso, não implicará em comer demais na hora do almoço, por exemplo.

O fato de se alimentar bem no café da manhã faz com que o metabolismo funcione de forma correta, evitando que ele aumente o armazenamento de gordura.

Pular o café da manhã é aumentar a vontade de comer, o que será feito na hora do almoço. Portanto, tome um bom café da manhã.

Mastigar chiclete entre as refeições

Para quem gosta de chicletes, ele é uma boa pedida e te ajuda a emagrecer. O fato de mastigar “engana” o estômago, fazendo com que não precisemos comer à toa, pois produz uma sensação de saciedade, reduzindo a vontade de comer algo entre as refeições. Mas isso só será possível se mastigar o chiclete por mais de 45 minutos.

Isso porque o açúcar contido no chiclete faz com que o aumente a vontade de comer, devido à liberação de insulina. Entretanto, continuar com o chiclete depois de ter perdido o sabor produzirá uma salivação extra, o que nos faz perder o apetite.